Microsoft reafirma planos de aposentar o Painel de Controle do Windows 10

Uma das partes mais tradicionais do Windows, o Painel de Controle, está em estado terminal e a Microsoft já confirmou: não há mais escapatória. A área do sistema que reúne todas as configurações mais profundas será aposentada na versão 10 do sistema operacional, dando lugar ao aplicativo de Configurações.

Atualmente, as duas opções coexistem, o que confunde alguns usuários. Isso porque as modificações feitas no Painel de Controle valem para o aplicativo de Configurações e vice-versa. Na prática, não há motivo para existirem os dois ao mesmo tempo a não ser o costume.

A explicação da Microsoft para a criação do aplicativo de Configurações é a criação de uma experiência mais uniforme entre dispositivos com Windows 10. E, de fato, eles conseguiram. O app é praticamente igual nos PC, nos celulares e até mesmo na nova dashboard do Xbox One.

E quem leva a pior nessa é o Painel de Controle, que um dia será totalmente substituído. Gabe Aul, diretor da Microsoft explica que “manter duas implementações separadas significa maior complexidade de programação e maior uso de memória e disco”. Manter apenas uma opção é mais simples.

Não é a primeira vez que a empresa confirma este plano. Gabe Aul já havia falado em março que o aplicativo de configurações algum dia tomaria o lugar do Painel de Controle tradicional. O problema é que o app até agora não tem todos os recursos da seu similar antigo, mas isso deve ser solucionado com as próximas atualizações do Windows 10 até o ponto de que o aplicativo moderno possa substituir o antigo.